Tel. 16 3911.6644 | E-mail: contato@cepreno.com.br

Cuidados para Realização da Bichectomia

A bichectomia é o nome dado à cirurgia para redução das bochechas. O objetivo desse procedimento é afinar o rosto, dando um perfil mais harmônico e atraente para quem tem as bochechas grandes ou volumosas. Saiba quais são os cuidados para realização da bichectomia.

Durante o procedimento cirúrgico, é retirado o tecido que dá volume às bochechas, a chamada bola ou gordura de Bichat. Segundo a Profa. Dra. Laura Moura Martins, pró-reitora e fundadora do Cepreno (Centro de Pós-Graduação e Pesquisa em Odontologia), alguns especialistas criticam a retirada da bola de Bichat. “A explicação é que este tecido pode fazer falta no futuro, durante o processo de envelhecimento e, além disso, essa estrutura está localizada em uma área delicada do rosto, em meio a nervos e canais salivares”, diz Laura.

Cuidados para realização da bichectomia

A bichectomia possui algumas contraindicações e exige cuidados. Segundo a fundadora do Cepreno, é preciso que o profissional tenha treinamento não só para realizar a cirurgia da melhor maneira possível, mas, também, principalmente saber avaliar qual a real necessidade do paciente.

“O modismo desta modalidade cirúrgica, bem como em outras técnicas utilizadas na Odontologia, pouco alerta sobre as complicações decorrentes desses procedimentos. Particularmente, no processo de envelhecimento, o corpo adiposo bucal aumentará a percepção de ‘emagrecimento facial’, requerendo, por vezes, no futuro, a necessidade de lipoenxertia”.

As contraindicações podem ser definitivas ou temporárias e são bem parecidas com as de outras cirurgias intraorais. “Pacientes submetidos à radioterapia ou quimioterapia; infecções locais ou sistêmicas; trismo; cardiopatias severas; pacientes sistemicamente não compensados; deficiência de fatores de coagulação; problemas hepáticos e renais graves; dificuldade em alcançar o que o paciente deseja, além de pacientes menores de idade e grávidas”, cita a Profa. Dra. Laura.